Florais

Você já ouviu falar em florais?

É um assunto encantador. A natureza é maravilhosa e nos brinda com essências que transformam o nosso ser. Os florais ajudam a trazer para o agora, para o equilíbrio, para a consciência que é a chave para a cura, pois a cura acontece de dentro para fora, ninguém cura ninguém. A cura se manifesta a partir de uma decisão pessoal, quando tomamos as rédeas de nossas emoções, da nossa vida e saímos em busca dos elementos que ajudarão a promover a cura.

Hoje existem pesquisas científicas sobre os florais. Julian Barnard, uma das maiores autoridades em florais de Bach no mundo diz:

“Algo é comprovado cientificamente apenas quando se pode mostrar que é consistentemente verdadeiro para qualquer observador; portanto, observe se uma ideia pode ser validada, se ela satisfaz critérios objetivos de observação. Portanto, se ela satisfizer, o processo de redefinir nossa ciência e nossa percepção pode ter início.”

Um pouco sobre a história do surgimento dos florais:

Florais de Bach

O Dr. Edward Bach nasceu dia 24 de setembro de 1886, na Inglaterra. Formou-se médico, bacteriologista, patologista e sempre buscou incansavelmente uma forma para aliviar o sofrimento humano. Em 1930 resolveu abandonar sua renomada trajetória em Londres, partindo para sua terra natal: Gales. A oportunidade e o contato com a natureza, somados com sua percepção e sensibilidade, o levaram a descobrir e desenvolver o que conhecemos hoje como “Terapia Floral”, onde pétalas dentro de uma tigela de vidro com água pura da nascente transmitiam virtudes curativas para o fluido através da incidência da Luz Solar. Deste processo surgiram os Florais de Bach, tão conhecidos mundialmente. Um sistema floral que surgiu na Inglaterra e que possui 38 essências florais.

Florais de Saint Germain

O sistema floral de Saint Germain surgiu oficialmente em 1996 no Brasil, através de sintonizações de Neide Margonari, que nasceu em São Bernardo do Campo na data de 22/11/1944. Atualmente o sistema floral possui 89 essências florais.

Neide sempre seguiu os preceitos de Dr. Bach na preparação das essências florais, em que a manufatura precede uma busca por flores selvagens para a preparação da Matriz Floral, seguindo por uma preparação por método solar ou por fervura.

Desta forma, temos dois sistemas florais que possuem a mesma metodologia na preparação, mas em que a atuação de cada essência floral é distinta (Fonte: www.fsg.com.br).

Florais da Amazônia

Na Floresta Amazônica encontrei uma expressão muito elevada do divino, uma manifestação virtuosa do poder e da criação de Deus.

A Floresta se apresenta como uma entidade espiritual, guardiã de muitos mistérios, professora dedicada.

Habitando dentro dela me sinto agraciada por uma saúde especial, pois nela todos os meus sofrimentos se transmutam em esperança, sinto calma e confiança e uma profunda conexão com o Criador. Nesta maternal fortaleza, venho recebendo a cura no sentido total, pois ela é que me ensina a harmonia e é quem vai me guiando no encontro comigo mesma, na superação de todos os obstáculos que separam em mim corpo e espírito. (Maria Alice Campos Freire – Canalizadora dos Florais da Amazônia).

Em cada flor está contido todo o imenso potencial criador que se transforma em fruto ou apenas numa semente, capaz de reiniciar todo o ciclo, e toda essa maravilha nasce, cresce e fenece em poucos dias, continuamente.

Sublime mistério nos revela a natureza em suas manifestações. Felizes os que podem compreendê-los e aproveitá-los em benefício das muitas almas humanas que transitam sobre este planeta, envoltas na escuridão de suas próprias consciências. (Isabel FacchiniBarse – Canalizadora dos Florais da Amazônia).

Atualmente o Sistema de Florais da Amazônia conta com 72 essências.

Como terapeuta que utiliza os sistemas de florais observo que cada pessoa que se envolve e se responsabiliza pela sua própria cura e segue as diretrizes sugeridas alcança resultados excelentes no processo de despertar e cura, e os florais são uma ferramenta maravilhosa para auxiliar neste processo de transformação, pois os florais atuam de forma vibracional. As essências são escolhidas de acordo com a causa emocional apresentada pelo paciente.

Com o passar do tempo e experiência nos atendimentos passei a observar que as essências atuam de forma frequencial. Aqui vamos esclarecer que, em física, a frequência consiste no número de ocorrências por unidade de tempo. Refere-se normalmente a oscilações de alguma propriedade, como, por exemplo, a corrente elétrica ou a posição de um corpo suspenso através de uma mola elástica. A unidade SI de frequência é o hertz (Hz), que equivale a um ciclo por segundo (Fonte: Infopédia).

Porém existe a frequência em que escolhemos vibrar, e é esse campo frequencial que, quando acessado em ressonância com o nosso pensamento e com os nossos sentimentos, tem o poder de mudar a nossa realidade. O Universo tem diversas frequências e escolhemos a todo momento em qual delas queremos transitar.

As flores têm a sua própria frequência, assinatura, suave, em harmonia com os diversos padrões existentes no Universo, e que ressonam com a cura emocional, lembrando que os padrões dessas frequências são altíssimos, e por esta razão são tão eficazes.

Por: Izabel Cristina Heberle – Terapeuta Quântica, Psicoterapeuta Reencarnacionista, Escritora.

Rua Itaboraí, 1112 - Jardim Botânico - Porto Alegre/RS

Fone:  (51) 3336-4763  (51) 99737-9948

  • Facebook
  • Google+